Suíça

Suíça

A mídia impressa sob pressão econômica

A mídia e os jornalistas desfrutam de considerável liberdade na Suíça, mas a situação econômica da mídia impressa é preocupante. O setor é afetado por uma concentração crescente ligada à revolução digital. O colapso do modelo tradicional de negócios dos jornais é dolorosamente sentido em uma paisagem de mídia caracterizada pela grande diversidade de seus títulos, mas também pelo pequeno número de leitores. Essa crise resultou em ondas de demissões e planos de economia perpétua. Após a pesada reestruturação sofrida pela agência de notícias nacional - a ATS -, o jornal de língua francesa Le Matin viu sua edição impressa removida no verão de 2018 e seus efetivos drasticamente reduzidos. Sinal de esperança, no entanto: vários pure players (transmitidos exclusivamente na web) surgiram nos últimos dois anos: depois de "Republik" (Zurique) e "Bon pour la tête" (Lausanne), a cena da mídia deve acolher em breve o "Heidi.news" (Genebra). Todos esses projetos são baseados em jornalismo de qualidade, ainda apreciado pelos suíços. Os eleitores provaram isso rejeitando maciçamente, em 4 de março de 2018, a popular iniciativa "No Billag", que pretendia desmantelar o serviço público audiovisual através da abolição da taxa de rádio e televisão. Um esboço de "Lei de Mídia Eletrônica" foi preparado pelo governo, mas provocou numerosas críticas imediatamente. Politicamente, suas chances de sucesso parecem muito pequenas nas atuais circunstâncias. Deve-se notar uma aplicação frequentemente restrita demais da legislação, permitindo que qualquer cidadão tenha acesso a documentos administrativos internos. Esse direito é de fundamental importância para o jornalismo investigativo e o "jornalismo de dados" (data journalism). A profissão, e, sobretudo, a organização dos jornalistas Loitransparence.ch (Öffentlichkeitsgesetz.ch), exigem uma atitude mais aberta das autoridades.

6
na Classificação Mundial da Liberdade de Imprensa 2019

Posição

-1

5 em 2018

Pontuação global

-0.75

11.27 em 2018

  • 0
    Jornalistas assassinados em 2019
  • 0
    Jornalistas cidadãos assassinados em 2019
  • 0
    Colaboradores assassinados em 2019
Ver o Barômetro