Ranking 2022
38/180
Nota: 74,08
Indicador político
33
74.78
Indicador econômico
49
51.88
Indicador legislativo
40
79.01
Indicador social
57
77.69
Indicador de segurança
25
87.02
Ranking 2021
43/180
Nota: 76,14
N/A
Estes indicadores não estão disponíveis antes de 2022 em função de uma mudança metodológica

Taiwan, oficialmente chamada de República da China, é uma democracia liberal e a 21a potência econômica mundial. Geralmente respeita os princípios da liberdade de imprensa, mas seus jornalistas sofrem com um ambiente midiático altamente polarizado, dominado pelo sensacionalismo e pelo lucro.

Cenário midiático

A mídia impressa está em declínio em Taiwan, enquanto a mídia online e as redes sociais, como Yahoo!, Etoday Online e Line News são amplamente utilizadas. A televisão é a segunda fonte de informação no país, sendo TVBS News, Eastern Broadcasting News (ETTV) e Sanlih E-Television News (SET News) os canais mais vistos. O grupo audiovisual público independente Public Television Service é o meio de comunicação em que os taiwaneses mais confiam, apesar de seu baixo orçamento e baixa audiência.

Contexto político

Embora livre, o cenário midiático é marcado por forte polarização política, publicidade não declarada, sensacionalismo e busca por lucro, o que dificulta o trabalho dos jornalistas e pode impedir que os cidadãos tenham acesso a informações objetivas.

Quadro jurídico

Nas últimas décadas, poucos passos concretos foram dados pelos sucessivos governos de Taiwan para promover a independência editorial dos jornalistas e incentivar a mídia a melhorar a qualidade do debate público. A maioria dos profissionais trabalha sob pressão de seu conselho de administração e não pode contar com proteção legal efetiva para recusar solicitações antiéticas.

Contexto económico

Para um mercado de quase 24 milhões de pessoas, Taiwan possui um ambiente midiático rico, com cerca de 600 emissoras de rádio e televisão, sendo a televisão por satélite a principal fonte de receita do audiovisual.

Contexto sociocultural

Os taiwaneses têm um dos níveis mais baixos de confiança na mídia entre as democracias, ocupando o último lugar na região Ásia-Pacífico com uma taxa de confiança de apenas 33%, de acordo com uma pesquisa do Instituto Reuters publicada em 2021. As fraquezas estruturais da mídia taiwanesa a tornam particularmente vulnerável a campanhas de desinformação, especialmente aquelas realizadas pelo governo chinês.

Segurança

Apesar da situação relativamente boa e da ausência de problemas sistêmicos de segurança para os jornalistas, nos últimos anos, alguns deles foram alvo de ações judiciais, além de ataques verbais após suas reportagens, e políticos têm denegrido publicamente os meios de comunicação.