Américas
Jamaica
-
Ranking 2022
12/180
Nota: 83.35
Indicador político
32
74.85
Indicador econômico
14
71.94
Indicador legislativo
24
82.46
Indicador social
1
95.00
Indicador de segurança
8
92.52
Ranking 2021
7/180
Nota: 90.04
N/A
Estes indicadores não estão disponíveis antes de 2022 em função de uma mudança metodológica

Nos últimos dez ou vinte anos, a liberdade de imprensa só cresceu na Jamaica, e o direito à informação é amplamente respeitado. O país permanece, assim, entre os mais seguros do mundo para os jornalistas.

Cenário midiático

Os meios de radiodifusão são de natureza comercial e veiculam uma pluralidade de pontos de vista, enquanto os principais jornais do país – Jamaica Observer, Jamaica Gleaner e Jamaica Star – são privados. O governo não tem participação na grande maioria das mídias locais e a Jamaica continua muito bem posicionada em termos de independência de conteúdo.

Contexto político

Embora o primeiro-ministro jamaicano Andrew Holness tenha elogiado o histórico de liberdade de imprensa da Jamaica e renovado repetidas vezes seu compromisso de defendê-lo, anteriormente ele também sugeriu que os jornalistas não precisam se ater aos fatos ou à verdade e que uma imprensa livre lhes permite “adotar qualquer ponto de vista que desejem”.

Quadro jurídico

As autoridades jamaicanas foram alvo de críticas no início da pandemia de Covid-19, pois as restrições governamentais foram percebidas como um obstáculo ao trabalho dos jornalistas em um momento em que informações confiáveis eram particularmente necessárias.  Juntamente com a Associação de Imprensa da Jamaica (Press Association of Jamaica, PAJ), os diretores e editores-chefes dos principais veículos de comunicação do país pediram ao primeiro-ministro que redefinisse as regras de confinamento público, que limitavam os deslocamentos de apresentadores de rádio e televisão, jornalistas, cinegrafistas, técnicos e outros profissionais de imprensa.

Contexto económico

O setor de mídia privada experimentou um crescimento significativo devido ao desenvolvimento do comércio em uma economia nacional em plena expansão, o que levou ao surgimento de um importante mercado publicitário.

Contexto sociocultural

Embora a imprensa livre jamaicana muitas vezes critique abertamente as autoridades, alguns jornalistas relataram ter sido alvo de intimidações, sobretudo nos períodos que antecedem as eleições.

Segurança

Ainda que os ataques físicos sejam raros e que nenhum ato de violência tenha sido cometido contra um jornalista nos últimos dez anos, os repórteres precisam levar em conta a ameaça que o alto índice de criminalidade no país pode representar para eles ao investigar um tema delicado.

Ataques em tempo real em Jamaica

Assassinados a partir de 1o de janeiro 2022
0 jornalistas
0 colaboradores de meios
0
Presos atualmente
0 jornalistas
0 colaboradores de meios
0