Irã

Irã

Uma das maiores prisões do mundo para jornalistas

Trinta e oito anos após a chegada ao poder do aiatolá Khomeini e a queda do regime do xá, a liberdade de imprensa, que era uma das reivindicações mais importantes da revolução de 1979, permanece uma promessa não cumprida pelos dirigentes iranianos. Em um ambiente midiático extremamente controlado pelo regime islâmico, a repressão contra jornalistas, jornalistas-cidadãos e mídias independentes não dá trégua: as intimidações permanentes, as detenções arbitrárias, as condenações muito pesadas decididas após processos injustos conduzidos por tribunais revolucionários ainda fazem parte do cotidiano da imprensa iraniana. Apesar de um certo apaziguamento nas relações internacionais, o Irã ainda é uma das cinco maiores prisões do mundo para os profissionais da informação.

165
na Classificação Mundial da Liberdade de Imprensa 2017

Posição

+4

169 em 2016

Pontuação global

-1.40

66.52 em 2016

  • 0
    Jornalistas assassinados em 2017
  • 0
    Jornalistas cidadãos assassinados em 2017
  • 0
    Colaboradores assassinados em 2017
Ver o Barômetro