México

México

A violência e o medo no cotidiano

Pátria dos cartéis da droga, o México é um dos países mais mortíferos do mundo para os meios de comunicação. Quando os jornalistas cobrem assuntos ligados à corrupção da classe política (sobretudo local) ou ao crime organizado, são alvo de intimidações, agressões, ou mesmo executados a sangue frio. Vários deles desaparecem ou são forçados ao exílio para preservar suas vidas. A impunidade, que se explica pela corrupção generalizada que reina no país, alcança níveis recorde e alimenta o ciclo vicioso da violência. No âmbito econômico, a paisagem audiovisual mexicana se caracteriza por uma extrema concentração, com dois grupos dividindo entre si a quase totalidade dos canais de televisão.

147
na Classificação Mundial da Liberdade de Imprensa 2018

Posição

0

147 em 2017

Pontuação global

-0.06

48.97 em 2017

  • 6
    Jornalistas assassinados em 2018
  • 1
    Jornalistas cidadãos assassinados em 2018
  • 0
    Colaboradores assassinados em 2018
Ver o Barômetro