Síria

Síria

Se antes já não havia uma imprensa livre na Síria, o país é atualmente o lugar mais perigoso do mundo para os repórteres. Apesar de tudo, no início da insurreição popular alguns jornalistas-cidadãos fundaram novos meios de comunicação no intuito de mostrar os diferentes ângulos da guerra. Os jornalistas, sejam ou não profissionais, encontram-se entre a espada e a parede: por um lado, as forças do regime e seus aliados; por outro, os diferentes grupos de oposição, entre os quais o Estado Islâmico e as forças curdas. As tentativas de intimidação, as detenções, os sequestros e os assassinatos são praticados por todos eles e traçam um horizonte midiático macabro.

Contatos

  • 8
    Jornalistas assassinados em 2017
  • 4
    Jornalistas cidadãos assassinados em 2017
  • 0
    Colaboradores assassinados em 2017
Ver o Barômetro