Noruega

Noruega

A imprensa mantida sob controle pelo governo

Há anos, a Noruega se classifica no nível mais alto do mundo em termos de democracia e liberdade de expressão. Em 2020, o parlamento norueguês incumbiu o governo de publicar uma avaliação anual sobre a situação da liberdade de expressão e de imprensa no país. Eles também solicitaram atualizações regulares sobre a implementação de políticas de mídia globais aplicadas aos aos meios de comunicação. Ao longo do ano, entrou em vigor a lei de responsabilidade dos meios de comunicação, apresentada como a mais importante em anos para os editores noruegueses, pois define tanto suas responsabilidades quanto suas liberdades. No entanto, até o momento, a regulamentação tem se mostrado fragmentária e confusa, devido à dispersão do arcabouço jurídico. A chegada da pandemia, de certa forma, foi uma dura prova para as relações entre os meios de comunicação e as autoridades. Representantes da mídia criticaram a falta de acesso a informações importantes, acusando as autoridades de aplicar as suas obrigações de confidencialidade de forma excessivamente rígida. A imprensa afirmou ainda que a confidencialidade dos fatos e avaliações profissionais que baseiam a gestão da pandemia foi reforçada. A restrição das reportagens sobre os efeitos da Covid-19, especialmente nos hospitais, resulta na esparsa documentação fotográfica da maior crise que já atingiu a Noruega em tempos de paz. Representantes da mídia também criticaram a tendência de órgãos eleitos e tribunais realizarem reuniões e audiências virtuais, o que, em alguns casos, abalou claramente o princípio constitucional do acesso público à informação.

1
na Classificação Mundial da Liberdade de Imprensa 2021

Posição

0

1 em 2020

Pontuação global

-1.12

7.84 em 2020

  • 0
    Jornalistas assassinados em 2021
  • 0
    Jornalistas cidadãos assassinados em 2021
  • 0
    Colaboradores assassinados em 2021
Ver o Barômetro