Cingapura

Cingapura

Diante de um governo intolerante a críticas, a autocensura

O governo do primeiro ministro Lee Hsien Loong está acostumado a responder com força as críticas de jornalistas e não hesita em processar seus detratores, fazer pressão para que se tornem incapazes de serem empregados e, até mesmo, forçá-los a deixar o país. A Autoridade de Desenvolvimento das Mídias (MDA) tem o poder de censurar conteúdos jornalísticos, inclusive online. Os processos por difamação são frequentes na cidade-estado e, em alguns casos, podem ser acompanhados de acusações de "sedição", crime passível de 21 anos de prisão. A famosa linha vermelha - que os jornalistas apelidam de "OB Markers" - limita cada vez mais a cobertura jornalística de inúmeros assuntos e personagens públicas.

151
na Classificação Mundial da Liberdade de Imprensa 2017

Posição

+3

154 em 2016

Pontuação global

-1.86

52.96 em 2016

Contatos

  • 0
    Jornalistas assassinados em 2017
  • 0
    Jornalistas cidadãos assassinados em 2017
  • 0
    Colaboradores assassinados em 2017
Ver o Barômetro