Bielorrússia

Bielorrússia

Escalada da repressão

Após uma breve calmaria, a repressão se liberta mais uma vez na Belarus: mais de 100 jornalistas foram interpelados ao longo do ano de 2017, na maioria das vezes, ao cobrir manifestações de oposição. Alguns foram espancados, outros encarcerados. O assédio aos jornalistas independentes, forçados a trabalhar sem registro com meios de comunicação baseados no exterior, alcançou também proporções inéditas. O medo de uma desestabilização ligada à crise ucraniana leva as autoridades a jogar na prisão tanto blogueiros pró-russos quanto antirrussos. E ainda que nove periódicos independentes estejam de volta na rede de distribuição da imprensa após onze anos de proibição, a censura da Internet atingiu outro nível com o bloqueio do primeiro site de notícias do país.

155
na Classificação Mundial da Liberdade de Imprensa 2018

Posição

-2

153 em 2017

Pontuação global

+0.16

52.43 em 2017

  • 0
    Jornalistas assassinados em 2018
  • 0
    Jornalistas cidadãos assassinados em 2018
  • 0
    Colaboradores assassinados em 2018
Ver o Barômetro