Bielorrússia

Bielorrússia

Tempos difíceis para o jornalismo independente

Prisões de jornalistas e blogueiros críticos, ameaças, bloqueio de sites de notícias de referência, acesso restrito a informações ... A diversidade continua ausente da paisagem midiática bielorrussa. Os canais de televisão são completamente controlados pelo estado. Os raros meios de comunicação independentes, muitas vezes forçados ao exílio, ainda são perseguidos pelas autoridades, sobretudo o canal Belsat TV - com menos frequência no entanto do que antes. O número de multas contra eles diminuiu em 2019. Títulos anteriormente poupados, como o Tut.by e a agência de notícias BelaPAN, são visados pelo poder. Quem tem o privilégio de ser tolerados lutam por sua sobrevivência econômica, privados de subsídios públicos e do mercado publicitário.

153
na Classificação Mundial da Liberdade de Imprensa 2020

Posição

0

153 em 2019

Pontuação global

-1.91

51.66 em 2019

  • 0
    Jornalistas assassinados em 2020
  • 0
    Jornalistas cidadãos assassinados em 2020
  • 0
    Colaboradores assassinados em 2020
Ver o Barômetro