Bielorrússia

Bielorrússia

Tempos difíceis para o jornalismo independente

Prisões em massa de jornalistas e blogueiros críticos, violência, ameaças, cortes de internet, bloqueio dos principais sites de notícias, censura da imprensa escrita, acesso restrito à informação... A Belarus é o país mais perigoso da Europa para jornalistas. Desde a contestada eleição presidencial de 9 de agosto de 2020, os poucos meios de comunicação independentes têm sido perseguidos pela polícia, que tenta impedir a cobertura dos movimentos de protesto. Eles já eram perseguidos pelas autoridades, muitas vezes forçados ao exílio e sujeitos a multas, mas a repressão nunca atingiu tamanha escala. As penas de prisão estão se alongando, os processos criminais e as buscas estão aumentando. Apesar desses riscos, e à medida que a propaganda da mídia estatal é reforçada, jornalistas corajosos continuam a relatar a realidade das mudanças que estão ocorrendo.

158
na Classificação Mundial da Liberdade de Imprensa 2021

Posição

-5

153 em 2020

Pontuação global

+1.07

49.75 em 2020

  • 0
    Jornalistas assassinados em 2021
  • 0
    Jornalistas cidadãos assassinados em 2021
  • 0
    Colaboradores assassinados em 2021
Ver o Barômetro