Macedônia do Norte

Macedônia do Norte

A profissão se organiza

O governo não mudou a lei sobre a mídia estatal e a reforma da emissora pública estancou. Seus programas atendem aos interesses do ex-partido conservador no poder, o VMRO-DPMNE. O atual governo removeu a publicidade oficial dos meios de comunicação, uma ferramenta de controle do governo anterior sobre a mídia que muitas vezes levou ao desvio de fundos públicos. Os municípios, por outro lado, podem anunciar na mídia local e, assim, conservar um meio de controlá-la. Outra decisão arriscada do governo: comprar anúncios nos meios de comunicação para divulgar as realizações. A Associação de Jornalistas da Macedônia (AJM) condenou essa prática. Duas realizações revolucionárias se destacam em matéria de autorregulação e padrões de trabalho de jornalistas profissionais: por um lado, a criação pelo Conselho de Ética da Mídia (CMEM) e pela AJM de um registro meios de comunicação profissionais online reunindo cerca de 70 membros. Essa iniciativa promove a autorregulação dos meios de comunicação, fazendo com que se comprometam a respeitar o código dos jornalistas e a publicar as decisões do CMEM. Por outro lado, a assinatura pelo sindicato (SSNM), em colaboração com a AJM e o CMEM, da Carta sobre as condições de trabalho dos jornalistas com um projeto de contrato de trabalho justo para jornalistas e empregados da mídia digital. Essa Carta também manifesta o compromisso de respeitar os direitos dos jornalistas e a liberdade de expressão. Os ataques físicos contra jornalistas diminuíram. Infelizmente, as tradicionais ameaças e insultos dos altos funcionários contra a imprensa continuam fortes e o cyberbullying está aumentando.

92
na Classificação Mundial da Liberdade de Imprensa 2020

Posição

+3

95 em 2019

Pontuação global

-0.38

31.66 em 2019

  • 0
    Jornalistas assassinados em 2020
  • 0
    Jornalistas cidadãos assassinados em 2020
  • 0
    Colaboradores assassinados em 2020
Ver o Barômetro