Macedônia do Norte

Macedônia do Norte

A cultura da impunidade persiste

O ano de 2020 foi particularmente difícil para a Macedônia. O parlamento foi dissolvido e um governo provisório assumiu. Em pleno estado de emergência sanitária devido à pandemia, o país precisou adiar as eleições legislativas. A situação dos meios de comunicação piorou, à medida que as tradicionais ameaças e insultos de altos funcionários contra a imprensa continuaram. Perseguições cibernéticas e ataques verbais contra jornalistas aumentaram nas redes sociais. Essas práticas reforçam a cultura de impunidade no país.  A pandemia de Covid-19 também dificultou a cobertura de eventos por jornalistas. Organizações que representam os meios de comunicação se opuseram veementemente às várias emendas propostas à lei de mídia de radiodifusão de propriedade privada e estatal que permitiria a veiculação de publicidade estatal na mídia, alegando que isso poderia encorajar o clientelismo. O Ministério da Justiça está trabalhando em um novo Código Penal, que deve permitir a melhora na situação de segurança de jornalistas e profissionais da mídia.

90
na Classificação Mundial da Liberdade de Imprensa 2021

Posição

+2

92 em 2020

Pontuação global

+0.39

31.28 em 2020

  • 0
    Jornalistas assassinados em 2021
  • 0
    Jornalistas cidadãos assassinados em 2021
  • 0
    Colaboradores assassinados em 2021
Ver o Barômetro