Índia

Índia

O governo de Narendra Modi fecha novamente o cerco à imprensa

Com zero jornalistas mortos em 2019, enquanto pelo menos seis deles foram assassinados em 2018, a situação de segurança dos profissionais da informação indianos, aparentemente, melhorou. Mas essa recuperação estatística esconde um grau elevado de ataques à liberdade de imprensa: violência policial, emboscadas promovidas por ativistas políticos, represálias patrocinadas por grupos da máfia ou potentados locais corruptos ... Desde as eleições gerais na primavera de 2019, momento de uma esmagadora vitória do Partido Bharatiya Janata, partido do primeiro-ministro Narendra Modi, aumentou a pressão sobre a imprensa para impor a narrativa do governo nacionalista hindu. Os proponentes do Hindutva, a matriz ideológica da direita radical hindu, realizam verdadeiros expurgos de qualquer pensamento "antinacional" que possam encontrar no debate público. Sobretudo, assustadoras campanhas coordenadas de ódio e incitações ao homicídio são realizadas nas redes sociais contra jornalistas que se atrevem a falar ou escrever sobre temas incômodos. Essas campanhas são particularmente violentas quando visam mulheres. No âmbito criminal, os processos judiciais são frequentemente usados para amordaçar os jornalistas que são muito críticos das autoridades, em particular com base seção 124A do Código Penal, que pune com prisão perpétua pessoas consideradas culpadas de "sedição". Finalmente, a classificação da Índia no Ranking Mundial de Liberdade de Imprensa é muito afetada pela situação na Caxemira, onde, após o cancelamento do status de autonomia da província, as autoridades de Nova Déli impuseram por vários meses um corte total nas comunicações - internet, celular e telefones fixos -, de modo que se tornou quase impossível para os jornalistas cobrir o que está acontecendo no que se tornou uma prisão a céu aberto.

142
na Classificação Mundial da Liberdade de Imprensa 2020

Posição

-2

140 em 2019

Pontuação global

-0.34

45.67 em 2019

  • 1
    Jornalistas assassinados em 2020
  • 0
    Jornalistas cidadãos assassinados em 2020
  • 0
    Colaboradores assassinados em 2020
Ver o Barômetro