Coreia do Norte

Coreia do Norte

A informação permanece bloqueada

Sob Kim Jong-un, no poder desde 2012, o regime totalitário norte-coreano continua a manter a população na ignorância. O uso generalizado de telefones celulares, incluindo smartphones, tem sido acompanhado por medidas técnicas que permitem o controle quase absoluto de comunicações e documentos transmitidos na intranet nacional. O simples fato de consultar uma mídia estrangeira ainda pode levar a uma estadia num campo de concentração. A agência central de imprensa norte-coreana, KCNA, é a única autorizada a fornecer informações oficiais aos outros veículos de comunicação. Oficialmente, as autoridades norte-coreanas demonstram maior flexibilidade para com a imprensa estrangeira, autorizando um número maior de repórteres a cobrir eventos oficiais. Em setembro de 2016, a agência de notícias AFP chegou a inaugurar um escritório em Pyongyang, em parceria com a KCNA, seguindo o exemplo da Associated Press em 2012. Mas o controle meticuloso da informação acessível à imprensa estrangeira permanece regra.

179
na Classificação Mundial da Liberdade de Imprensa 2019

Posição

+1

180 em 2018

Pontuação global

-5.47

88.87 em 2018

  • 0
    Jornalistas assassinados em 2019
  • 0
    Jornalistas cidadãos assassinados em 2019
  • 0
    Colaboradores assassinados em 2019
Ver o Barômetro

Nossas publicações