Héroes de la información

Lúcio Flávio Pinto

Há já mais de 25 anos, é o homem-orquestra de uma publicação bimensal de doze páginas sem publicidade e sem medo, o Jornal Pessoal que ele próprio escreve e distribui pelas ruas de Belém, no Pará. Lúcio Flávio Pinto, sociólogo de formação, é um jornalista obstinado. Em 1987, despediu-se do diário O Liberal por este ter recusado publicar sua investigação sobre o envolvimento de dois empresários no assassinato de um deputado. Em 2005, após ter divulgado a opacidade financeira de O Liberal, foi espancado pelo filho do proprietário para depois ser impedido pela justiça de acompanhar o processo aberto contra pai e filho por evasão fiscal! Mas as ameaças de morte e cerca de trinta ações judiciais não o demovem de continuar a escrever sobre o narcotráfico, a desflorestação e a corrupção generalizada.