Serra Leoa

Serra Leoa

Uma imprensa livre, desde que não incomode

A imprensa da Serra Leoa é pluralista e independente. As rádios comunitárias, que alcançam uma parte considerável da população, transmitem sem restrição. O presidente Julius Maada Bio, no cargo desde abril de 2018, concretizou seus compromissos, sobretudo no que se refere à proteção dos jornalistas. Por exemplo, em agosto de 2020, a Lei de Ordem Pública de 1965, que criminalizava a difamação e os delitos de imprensa e com base na qual jornalistas eram frequentemente sujeitos a prisões arbitrárias, foi revogada e a Lei sobre a Comissão Independente dos Meios de Comunicação foi revisada. Durante a crise do Ebola, o delito de difamação foi amplamente usado para amordaçar a imprensa num contexto de estado de emergência (2014-2016), forçando jornalistas a se autocensurarem e, até mesmo, a se esconderem. Em novembro de 2019, um jornalista do diário privado The Times foi acusado de difamação e detido por 24 horas por um artigo que ainda não havia sido publicado.

75
na Classificação Mundial da Liberdade de Imprensa 2021

Posição

+10

85 em 2020

Pontuação global

-0.67

30.28 em 2020

  • 0
    Jornalistas assassinados em 2021
  • 0
    Jornalistas cidadãos assassinados em 2021
  • 0
    Colaboradores assassinados em 2021
Ver o Barômetro