Ruanda

Ruanda

A censura é omnipresente no Ruanda, onde o espectro do genocídio é utilizado para justificar as restrições impostas à mídia pelas autoridades. Aqueles que se atrevem a criticar o governo arriscam-se ao exílio ou mesmo à prisão. Em 2015, a emissão da BBC em língua kinyarwanda foi suspensa após a difusão de um documentário televisivo sobre os massacres perpetrados em 1994 pela Frente Patriótica Ruandesa, a rebelião armada liderada por Paul Kagame, atual presidente do país.

161
na Classificação Mundial da Liberdade de Imprensa 2016

Posição

0

161 em 2015

Pontuação global

+1.96

56.57 em 2015

  • 0
    Jornalistas assassinados em 2017
  • 0
    Net-cidadãos assassinados em 2017
  • 0
    Colaboradores assassinados em 2017
Ver o Barômetro