República da Macedônia do Norte

República da Macedônia do Norte

Uma clara evolução

Embora a situação tenha se estabilizado em 2018, o novo governo ainda não alterou a lei sobre os serviços de comunicação audiovisuais, ao contrário do que anunciou quando chegou ao poder em 2017. Enquanto isso, os programas da emissora pública continuam a servir aos interesses do antigo partido conservador no poder, o VMRO-DPMNE. A legislação sobre difamação e livre acesso à informação pública também precisa ser alterada. Em 2018, foi aprovada uma emenda controversa, sem debate ou consulta, que capacita a Comissão Eleitoral para monitorar o conteúdo dos relatórios publicados pela mídia eletrônica sobre as eleições. Também é lamentável uma prática profundamente arraigada de ameaças e intimidação por altos funcionários do governo contra jornalistas. Finalmente, em termos de segurança dos jornalistas, houve progressos claros: houve três vezes menos ataques contra jornalistas em 2018 e sentenças foram proferidas, mas a cultura da impunidade está bem ancorada na Macedônia: somente dois antigos ataques foram investigados e resolvidos entre os 59 registrados nos últimos anos, um número insuficiente para desencorajar aqueles que cometem tais atos.

95
na Classificação Mundial da Liberdade de Imprensa 2019

Posição

+14

109 em 2018

Pontuação global

-0.77

32.43 em 2018

  • 0
    Jornalistas assassinados em 2019
  • 0
    Jornalistas cidadãos assassinados em 2019
  • 0
    Colaboradores assassinados em 2019
Ver o Barômetro