Peru

Peru

Um quadro legislativo pouco propício ao exercício da liberdade de imprensa

No Peru, os jornalistas podem sofrer retaliações, às vezes graves, quando cobrem conflitos sociais ou ambientais, denunciam casos de corrupção ou revelam a infiltração do narcotráfico nas engrenagens de algumas instituições estatais. As leis contra a difamação representam a principal ameaça à liberdade de imprensa ; elas estão na origem de inúmeras intimidações e condenações de jornalistas. Nas zonas rurais e de difícil acesso, os jornalistas que denunciam todo tipo de tráfico (drogas, madeira, etc.) e a corrupção são particularmente vulneráveis. Há também um nível muito alto de concentração de renda e propriedade dos meios de comunicação, sobretudo na imprensa escrita e online. O grupo El Comercio ocupa uma posição amplamente dominante nesses setores e tem um peso econômico sem precedentes no setor da mídia peruana.

90
na Classificação Mundial da Liberdade de Imprensa 2020

Posição

-5

85 em 2019

Pontuação global

+0.72

30.22 em 2019

  • 0
    Jornalistas assassinados em 2020
  • 0
    Jornalistas cidadãos assassinados em 2020
  • 0
    Colaboradores assassinados em 2020
Ver o Barômetro