Notícia

31 Maio 2017

Ainda sem notícias do jornalista mexicano sequestrado Salvador Adame Pardo

A Repórteres sem Fronteiras está especialmente preocupada com o desaparecimento do jornalista e apresentador de televisão Salvador Adame Pardo, sequestrado por um grupo armado no dia 18 de maio de 2017.

Há 12 dias não há notícias do jornalista Salvador Adame Pardo. Este diretor e apresentador do Canal 6 Media TV foi sequestrado por um grupo de homens armados em Nueva Italia, município do estado de Michoacán. Seus parentes prestaram queixa junto às autoridades imediatamente. Segundo a esposa de Salvador, entrevistada pela RSF, nenhuma resposta ou progresso significativos foram fornecidos pelos investigadores desde o sequestro.


Salvador era conhecido por suas posições críticas com relação às autoridades locais. Há vários anos, tinha deixado de abordar temáticas ligadas à violência e ao crime organizado, diante das pressões e ameaças exercidas pelos cartéis da região.


"A RSF incita as autoridades de Michoacán a identificar os responsáveis por este sequestro e a localizar, o mais rapidamente possível, Salvador Adame Pardo, declarou Emmanuel Colombié, diretor do escritório para a América Latina da organização. A família do jornalista deve ainda se beneficiar, prontamente, de medidas de proteção".


A porta-voz da procuradoria do estado de Michoacán declarou ter tomado todas as medidas necessárias para encontrar o jornalista. A Feadle, promotoria federal especializada em delitos contra a liberdade de expressão, abriu, por sua vez, uma investigação sobre o caso.


Salvador Adame Pardo é o quinto jornalista desaparecido no estado de Michoacán desde 2006, depois de José Antonio García Apac (2006), Mauricio Estrada Zamora (2008), María Esther Aguilar Cansimbe (2009) e Ramón Ángeles Zalpa (2010). Além disso, cinco jornalistas foram assassinados em Michoacán desde 2007.


O México ocupa o 147o lugar em 180 no Ranking Mundial da Liberdade de Imprensa estabelecido pela RSF em 2017.