Nepal

Nepal

Uma liberdade de imprensa vítima dos riscos políticos

Antigo arauto da liberdade de imprensa e do pluralismo quando estava na oposição, o atual primeiro-ministro K.P. Oli, que chegou ao poder no início de 2018, multiplica as tentativas de amordaçar jornalistas aprovando leis particularmente problemáticas. O novo código penal, adotado em agosto de 2018, prevê vários dispositivos que colocam grandes obstáculos ao jornalismo investigativo e à crítica de personalidades públicas. O governo também tentou aprovar um projeto de lei estabelecendo um órgão para regular o conteúdo jornalístico, cujos membros seriam nomeados diretamente pelo executivo. Outro elemento preocupante é o desenvolvimento de uma "retórica anti-mídia" lançada pelos representantes do governo e amplamente retransmitida pelos jornais, pelas rádios e pelas cadeias de televisão estatais. Nesse contexto, os jornalistas da imprensa independente, entre ameaças de acusação e violência persistente em campo, são forçados a trabalhar em condições extremamente difíceis.

112
na Classificação Mundial da Liberdade de Imprensa 2020

Posição

-6

106 em 2019

Pontuação global

+1.70

33.40 em 2019

  • 0
    Jornalistas assassinados em 2020
  • 0
    Jornalistas cidadãos assassinados em 2020
  • 0
    Colaboradores assassinados em 2020
Ver o Barômetro