Maurício

Maurício

Independência dos meios de comunicação ameaçada

Ainda que Maurício seja um dos países africanos aclamados como modelos de democracia e respeito pelos direitos humanos, o panorama midiático é altamente polarizado e permanece muito marcado pela influência de personalidades do mundo político ou econômico, que o financiam ou promovem. A rádio e a televisão nacional, assim como os meios de comunicação próximos do poder, muitas vezes fazem propaganda, enquanto que os mais favoráveis à oposição estão sujeitos a ser deixados de lado. Após o derramamento de petróleo de julho de 2020, dois dos mais importantes veículos de comunicação da ilha, o diário L’Express e rádio privada Top FM, foram sistematicamente boicotados pelo governo e seus jornalistas não puderam comparecer às coletivas de imprensa do primeiro-ministro sobre o assunto. Os meios de comunicação aproveitam a liberdade de que dispõem para serem francos, mas às vezes caem em sensacionalismo e violações éticas que prejudicam a qualidade de suas reportagens. Nesse contexto, a falta de independência do órgão regulador não contribui para o surgimento de um jornalismo de qualidade. As sanções muitas vezes visam os veículos próximos à oposição, como em dezembro de 2020, quando uma estação de rádio foi proibida de transmitir por 72 horas depois que um sindicalista chamou o primeiro-ministro indiano Narendra Modi de "racista". As pressões econômicas e a distribuição desigual da receita publicitária também contribuem para a autocensura. Finalmente, o arcabouço legal não protege os jornalistas mauricianos, que podem ser condenados à prisão por publicações consideradas como desacato à ordem pública. Desde 2018, as alterações à lei da informação e das telecomunicações têm permitido penalizar os autores de conteúdos online considerados “incômodos” ou “perturbadores”. Em 2020, uma colunista foi ouvida pela polícia nesse contexto.


61
na Classificação Mundial da Liberdade de Imprensa 2021

Posição

-5

56 em 2020

Pontuação global

+0.74

28 em 2020

  • 0
    Jornalistas assassinados em 2021
  • 0
    Jornalistas cidadãos assassinados em 2021
  • 0
    Colaboradores assassinados em 2021
Ver o Barômetro