Luxemburgo

Luxemburgo

Sob o impacto da crise de Covid-19

A busca por informações sobre a pandemia de Covid-19 causou um aumento geral no consumo de informações online. O confinamento da primavera e o fechamento do comércio, por outro lado, aceleraram a queda nas receitas de publicidade, gerando tensões financeiras em alguns meios de comunicação. O déficit foi parcialmente compensado por subvenções públicas excepcionais. No nível legislativo, o governo de Xavier Bettel se prepara para cumprir dois compromissos programáticos em nome do pluralismo dos meios de comunicação. Um deles é passar a calcular o apoio financeiro à imprensa, atualmente feito com base no número de páginas impressas, de acordo com o número de jornalistas empregados pelo veículo. Outro compromisso envolve transformar a rádio estatal 100,7, especializada em conteúdo social e cultural, em uma emissora independente de conteúdo geral.

A editora belga Mediahuis adquiriu a principal editora luxemburguesa, o grupo Saint-Paul, e o seu principal diário, o Luxemburger Wort. O Saint-Paul demitiu mais de 70 funcionários, 20% de seu efetivo. O diário Lëtzebuerger Journal, por sua vez, encerrou sua edição impressa. Durante as primeiras semanas da pandemia, jornalistas tiveram dificuldades em coletar, junto aos serviços públicos, informações e estatísticas relevantes relacionadas à disseminação da Covid-19 e da gestão política da crise. A transparência relativa foi gradualmente estabelecida, embora a falta de recursos resultasse em frequentes gargalos no fluxo de informações. Só por acaso foram publicados alguns dos laudos periciais utilizados pelo governo. Os meios de comunicação de Luxemburgo são limitados estruturalmente pela pequena dimensão do país e pelo fato de os seus interesses muitas vezes entrarem em conflito com os dos decisores e empresários.

20
na Classificação Mundial da Liberdade de Imprensa 2021

Posição

-3

17 em 2020

Pontuação global

+2.10

15.46 em 2020

  • 0
    Jornalistas assassinados em 2021
  • 0
    Jornalistas cidadãos assassinados em 2021
  • 0
    Colaboradores assassinados em 2021
Ver o Barômetro