Letônia

Letônia

Uma paisagem midiática diversificada

Os jornalistas letões desfrutam de uma situação de liberdade de imprensa menos favorável do que em outros países bálticos. Contudo, a paisagem midiática nacional é a mais diversificada dos três países. Há meios independentes de língua russa, como Meduza ou Spektr, veículos pró-Kremlin ou portais investigativos como o Re: Baltica. A independência da emissora pública da Letônia foi minada em 2018, depois que o órgão regulador da mídia - que supervisiona a radiodifusão pública - demitiu membros do conselho da rádio e da televisão sem justa causa e antes do vencimento de seus mandatos. No verão de 2018, o dono do Dienas Bizness, o maior jornal de negócios do país, foi acusado de interferir na cobertura eleitoral e de disfarçar o apoio a dois partidos políticos por meio de artigos favoráveis a suas propostas. Sandra Diedzina, uma conhecida jornalista do jornal, que denunciou esse tratamento distorcido da informação, foi forçada a se demitir. Os políticos não hesitam em processar jornalistas e veículos de comunicação. Essas ações judiciais orquestradas pelo poder tornaram-se bastante comuns. No entanto, os tribunais muitas vezes tomam decisões favoráveis aos jornalistas. O Centro Báltico de Jornalismo Investigativo Re: Baltica pediu ao parlamento a descriminalização da difamação. Deve-se destacar um aumento no número de ataques verbais e agressões contra jornalistas .. aqui também .. O governo letão tendeu a limitar o alcance da mídia controlada pelo Kremlin. O regulador de mídia proibiu a transmissão do canal russo RTR e do site de notícias Sputnik por alguns meses. Por outro lado, vários meios de comunicação da oposição russa, forçados a deixar Moscou para escapar dos processos e da censura em seu país, conseguiram encontrar asilo na Letônia, onde desfrutam de condições favoráveis em termos de liberdade de imprensa.

24
na Classificação Mundial da Liberdade de Imprensa 2019

Posição

0

24 em 2018

Pontuação global

-0.10

19.63 em 2018

  • 0
    Jornalistas assassinados em 2019
  • 0
    Jornalistas cidadãos assassinados em 2019
  • 0
    Colaboradores assassinados em 2019
Ver o Barômetro