Iraque

Iraque

Os jornalistas pegos no fogo cruzado

O Iraque é um dos países mais perigosos para os jornalistas. Eles são regularmente alvo de homens armados que pertencem a milícias próximas ao poder, não importando a região, ou ainda de grupos de oposição extremistas como o Estado Islâmico, ainda ameaçador apesar de seu recuo. Os crimes permanecem impunes, com investigações que, quando são abertas, não chegam a resultado algum. O país sofre de fortes tensões econômicas e sociais e o Curdistão iraquiano ainda mais. As investigações sobre a corrupção ou o desvio de verbas valem aos jornalistas que se arriscam sérias ameaças. A profissão evolui num ambiente muito politizado, no qual os meios de comunicação são principalmente percebidos como instrumentos políticos.

160
na Classificação Mundial da Liberdade de Imprensa 2018

Posição

-2

158 em 2017

Pontuação global

+2.53

54.03 em 2017

  • 0
    Jornalistas assassinados em 2018
  • 0
    Jornalistas cidadãos assassinados em 2018
  • 0
    Colaboradores assassinados em 2018
Ver o Barômetro