Iraque

Iraque

Os jornalistas pegos entre fogo cruzado

O Iraque é um dos países mais perigosos para jornalistas. Eles são regularmente alvo de homens armados ligados a milícias próximas ao governo, ou ainda grupos de oposição extremistas, como o Estado Islâmico, que se lançou numa guerra de conquista do território iraquiano. Os crimes permanecem impunes, com investigações que, quando são abertas, não chegam a resultado algum. No Curdistão iraquiano, região atingida por fortes tensões econômicas e sociais, os jornalistas vivem em um ambiente muito polarizado, no qual as mídias são vistas, principalmente, como instrumentos políticos.

  • 8
    Jornalistas assassinados em 2017
  • 0
    Jornalistas cidadãos assassinados em 2017
  • 0
    Colaboradores assassinados em 2017
Ver o Barômetro