Guiné

Guiné

Os jornalistas em meio à tempestade

Na Guiné, o governo do presidente Alpha Condé é duro com a imprensa. Com frequência, o presidente ataca a mídia a mídia nacional e internacional, assim como organizações de defesa da liberdade de imprensa. As autoridades tentam com frequência censurar os veículos críticos ao poder sob pretextos administrativos ou jurídicos. Em 2018, o fundador de um site de notícias foi detido ilegalmente por duas semanas, apesar dos delitos ditos de imprensa terem sido descriminalizados no país, e o credenciamento do correspondente de várias mídias internacionais foi suspenso. A revisão da lei de imprensa anunciada pelo ministro da Comunicação preocupa os profissionais do setor, enquanto a lei de acesso à informação adotada em 2010 ainda não foi promulgada.

107
na Classificação Mundial da Liberdade de Imprensa 2019

Posição

-3

104 em 2018

Pontuação global

+1.59

31.90 em 2018

  • 0
    Jornalistas assassinados em 2019
  • 0
    Jornalistas cidadãos assassinados em 2019
  • 0
    Colaboradores assassinados em 2019
Ver o Barômetro