Gabão

Gabão

Preocupante erosão da liberdade de imprensa

Seja privada ou pública, a mídia vê seus subsídios reduzidos pelo governo. Como resultado, a mídia está desesperadamente sem recursos. Sob o regime de Ali Bongo, a cultura de uma imprensa independente ainda não está estabelecida, a maioria das publicações é partidária e a autocensura é amplamente praticada. Em 2018, relatos e investigações que criticavam o presidente ou sua comitiva levaram a uma preocupante proliferação de sanções que afetaram a imprensa nacional e estrangeira. A interferência do executivo na linha editorial dos meios audiovisuais estatais levou a uma greve sem precedentes. Finalmente, o código da comunicação de 2016, ainda que descriminalize os delitos de imprensa, prevê medidas de caráter autoritário com relação não somente à imprensa, mas também qualquer produção audiovisual, escrita, digital e cinematográfica.

115
na Classificação Mundial da Liberdade de Imprensa 2019

Posição

-7

108 em 2018

Pontuação global

+3.23

32.37 em 2018

  • 0
    Jornalistas assassinados em 2019
  • 0
    Jornalistas cidadãos assassinados em 2019
  • 0
    Colaboradores assassinados em 2019
Ver o Barômetro