Petição
#FreeAustinTice

Petição
#FreeAustinTice

O jornalista americano Austin Tice desapareceu na Síria em 2012. Ainda está vivo. Ajude-nos a trazê-lo de volta são e salvo.

Exmo. Sr. Presidente,

Austin decidiu deslocar-se à Síria como jornalista freelancer para cobrir o conflito armado. Suas reportagens foram publicadas pelos jornais do grupo McClatchy, pelo Washington Post, a Associated Press, a AFP, assim como pela CBS, a NPR e a BBC. Seu trabalho foi recompensado, em 2012, com o Prêmio de Jornalismo em Zonas de Guerra George Polk e o Prêmio do Presidente do grupo McClatchy.

No dia 13 de agosto de 2012, dois dias depois de seu 31º aniversário, Austin desapareceu ao sair de Daraya, perto de Damasco, na Síria, em direção a Beirute, no Líbano.

Sr. Presidente, exortamo-lo a que faça tudo o que estiver ao seu alcance para trazê-lo de volta são e salvo.

A Síria transformou-se no país mais perigoso do mundo para os jornalistas desde o início da insurreição em março de 2011, com centenas de jornalistas e cidadãos-jornalistas presos, sequestrados ou assassinados pelos diferentes grupos envolvidos no conflito, uma situação que Repórteres sem Fronteiras não tem deixado de assinalar. Os jornalistas locais têm pago um preço muito alto em seu combate pela liberdade de informação.

Sem jornalistas, o mundo não teria conhecimento do drama humano na Síria. Sem jornalistas, ficamos privados de informação; e, sem informação, ficamos cegos.

Muito respeitosamente,

Todas as vozes contam, atue já.

Assino a petição