Eslováquia

Eslováquia

À espera de justiça

Embora, em 2020, a justiça eslovaca tenha condenado uma pessoa que atuou como intermediária e dois dos autores do assassinato de Ján Kuciak e sua noiva, o empresário acusado de ser o mandante do crime, Marian Kočner, foi absolvido. As eleições legislativas, que tiveram este caso como pano de fundo, em Março de 2020, impulsionaram o populista Igor Matovič para o cargo de primeiro-ministro durante um ano. Ainda que, no próprio aniversário do assassinato de Kuciak, Matovič tenha acusado jornalistas de "malícia" por informarem que ele plagiara sua tese de mestrado e pelas críticas à sua política de combate à Covid-19, os ataques mais ferozes à mídia vieram da oposição. Devido à pandemia, o governo adiou seus projetos legislativos para proteger jornalistas e suas fontes e para promover a independência editorial e financeira do serviço de audiovisual público VERTES. Contudo, a coalizão no poder agiu bem ao instaurar audiências públicas para escolher os membros do Conselho de Radiodifusão e de Retransmissão. Quantos aos meios de comunicação privados, sua independência é ameaçada pela influência dos oligarcas locais a quem pertencem.

35
na Classificação Mundial da Liberdade de Imprensa 2021

Posição

-2

33 em 2020

Pontuação global

+0.35

22.67 em 2020

  • 0
    Jornalistas assassinados em 2021
  • 0
    Jornalistas cidadãos assassinados em 2021
  • 0
    Colaboradores assassinados em 2021
Ver o Barômetro