El Salvador

El Salvador

Violência estrutural e controle governamental

A mídia paga o preço da violência generalizada e do narcotráfico que assola El Salvador, um dos países mais perigosos da América Latina. Inúmeros jornalistas foram agredidos nos últimos anos, com alguns casos de assassinato. A liberdade de informação vem retrocedendo desde 2014 e desde a eleição de Salvador Sánchez Cerén. Este último não hesita em acusar a mídia de conduzir uma "campanha psicológica de terror" contra seu governo e deturpa, ele mesmo, as regras do direito de acesso à informação. O arcabouço legislativo salvadorenho garante a liberdade de imprensa, mas os jornalistas que investigam a corrupção ou as finanças públicas estão sendo intimidados e pressionados por autoridades. Em fevereiro de 2019, uma equipe de jornalistas investigativos da revista Factum foi intimidada pelas autoridades para revelar suas fontes em um caso que comprometia o governo.

81
na Classificação Mundial da Liberdade de Imprensa 2019

Posição

-15

66 em 2018

Pontuação global

+2.03

27.78 em 2018

  • 0
    Jornalistas assassinados em 2019
  • 0
    Jornalistas cidadãos assassinados em 2019
  • 0
    Colaboradores assassinados em 2019
Ver o Barômetro