Petição
Can Dündar arrisca-se a prisão perpétua

Petição
Can Dündar arrisca-se a prisão perpétua

Can Dündar incorre em pena de prisão perpétua por ter nos informado

Há vários anos que Recep Tayyip Erdogan vem procedendo a uma metódica tomada de controle da mídia turca. O atual Presidente da República dirige uma repressão cada vez mais feroz contra os jornalistas de todas as tendências, que inclui detenções, ameaças e intimidações indignas de uma democracia.

O editor-chefe do diário turco Cumhuriyet, Can Dündar, galardoado com o Prêmio RSF 2015, e o diretor da sucursal de Ancara, Erdem Gül, foram presos na noite de 26 de novembro de 2015 por terem revelado em maio desse ano a existência de entregas de armas pelos serviços secretos turcos a grupos islamistas sírios. Longe de merecerem a prisão, ambos os jornalistas dignificam o jornalismo, a busca da verdade e a defesa das liberdades.

O presidente Erdogan havia afirmado publicamente que Dündar devia “pagar caro”. Os jornalistas de Cumhuriyet fizeram apenas seu trabalho, divulgando uma informação de interesse público. Num momento em que a questão do terrorismo internacional se encontra no centro das preocupações de todos os países, não podemos tolerar que determinadas investigações e revelações sejam reprimidas no âmbito de um processo estritamente político.

Na sequência de uma mobilização na Turquia e no estrangeiro, Can Dündar e Erdem Gül foram liberados a 25 de fevereiro de 2016, após a Corte Constitucional ter julgado que a detenção preventiva violava seus direitos fundamentais. A campanha deu frutos mas é preciso fazer mais: Can Dündar e Erdem Gül continuam sendo acusados de espionagem e de terrorismo e incorrem numa pena de prisão perpétua sem possibilidade de anistia.

Seu julgamento começará a 25 de março de 2016. Repórteres sem Fronteiras lá estará, ao lado de estes dois heróis da informação.

Todos juntos, personalidades políticas, cidadãos, organizações de defesa da liberdade de imprensa e sindicatos, enviemos uma mensagem forte ao Presidente Erdogan e exijamos que retire todas as acusações contra Can Dündar e Erdem Gül.

Solicitemos às instituições e aos governos que tomem uma posição firme perante a deriva autoritária do presidente Erdogan.

Apelemos solenemente às autoridades turcas para que liberem todos os jornalistas presos devido à sua profissão ou a delitos de opinião e rejeitemos o deterioro evidente da liberdade de imprensa na Turquia.

Signatários

RSF
Repórteres sem Fronteiras
CPJ
Comité para a Proteção dos Jornalistas
PEN International
IPI
International Press Institute
WAN­IFR
Associação Mundial de Jornais
Index on Censorship
WPFC
World Press Freedom Comittee
FIJ
Federação Internacional dos Jornalistas
FEJ
Federação Europeia de Jornalistas
EJN
Ethical Journalism Network
GEN
Global Editors Network
TGC
União de Jornalistas da Turquia
TGS
Union des journalistes de Turquie
DISK Basin­İşsss
AEJ
Associação dos Jornalistas Europeus
Günter Wallraff
Jornalista, Alemanha
Noam Chomsky
Linguista, Estados Unidos
Edgar Morin
Sociólogo, França
Carl Bernstein
Jornalista, Estados Unidos
Zülfü Livaneli
Escritor, Turquia
Ali Dilem
Caricaturista, Argélia
Thomas Piketty
Economista, França
Claudia Roth
Política, Alemanha
Paul Steiger
Jornalista, Estados Unidos
Kamel Labidi
Jornalista, Tunísia
John R McArthur
Dirigente de mídia, Estados Unidos
Fazil Say
Pianista, Turquia
Peter Price
Dirigente de mídia, Estados Unidos
Edwy Plenel
Dirigente de mídia, França
Jim Hoagland
Jornalista, Estados Unidos
Ahmet İnsel
Politólogo, Turquia
Eric Chol
Editor-chefe, França
Nedim Gürsel
Escritor, Turquia
Cem Özdemir
Copresidente do Partido Verde, Alemanha
Hakan Günday
Escritor, Turquia
Mikis Theodorakis
Compositor, Grécia
Dmitry Mouratov
Jornalista, Rússia
Per Westberg
Escritor, Suécia
Louise Belfrage
Jornalista, Suécia
Ali Anouzla
Jornalista, Marrocos
John Hughes
Jornalista, Estados Unidos
Omar Bellouchet
Jornalista, Argélia
Jack Lang
Antigo ministro, França
Omar Brouksy
Jornalista, Marrocos
Pierre Haski
Jornalista, França
James Schwab
Dirigente de mídia, Estados Unidos
Jay Weissberg
Crítico de cinema, Estados Unidos
Harald Stanghelle
Editor-chefe, Noruega
Jean Daniel
Jornalista, França
Khadija Ryadi
Ativista de direitos humanos, Marrocos
Mokhtar Trifi
Ativista de direitos humanos, Turquia
Maati Monjib
Historiador, Marrocos
Nadia Salah
Editora-chefe, Marrocos
Gilles Raymond
Dirigente de mídia, França
Bertrand Pecquerie
Dirigente de organização, França
James Schwab
Dirigeant de médias, Etats-Unis
John Hughes
Journaliste, Etats-­Unis
Margie Orford
Presidente de PEN África do Sul
Mandla Langa
Vice-presidente executivo de PEN África do Sul
Raymond Louw
Vice-presidente de PEN África do Sul

Todas as vozes contam, atue já.

Assino a petição