Bósnia-Herzegóvina

Bósnia-Herzegóvina

Jornalistas cada vez mais limitados

Clima político polarizado, ataques verbais constantes, retórica nacionalista... O ambiente na Bósnia e Herzegovina não é propício à liberdade de imprensa. As divisões étnicas são sentidas nas linhas editoriais dos meios de comunicação e os discursos de ódio estão cada vez mais presentes. Os jornalistas continuam sendo alvo de ataques, às vezes por suas origens étnicas, às vezes pelo conteúdo que produzem, especialmente quando tratam de migração. Os processos de difamação movidos por políticos costumam ser usados para intimidá-los e impedi-los de seguir com seu trabalho. A instrumentalização dos meios de comunicação para fins políticos afeta, sobretudo, emissoras públicas, mas também as mídias privadas e, particularmente, os veículos online. Embora tenha havido progresso na aplicação das leis antidifamação, elas continuam a produzir um efeito de autocensura nos jornalistas.  Ainda assim, o jornalismo investigativo desempenha um papel importante no país, com vários meios de comunicação online trazendo à tona grandes casos de corrupção. No entanto, nenhum progresso legislativo permitiu melhorar o trabalho dos jornalistas em geral, nenhuma lei foi promulgada a respeito da mídia online e nenhum avanço foi feito na direção da transparência da propriedade dos meios de comunicação. 

Em 2020, a pandemia de Covid-19 enfraqueceu e ameaçou a liberdade de imprensa. O governo realizou coletivas de imprensa sem a presença física de jornalistas e as autoridades evitaram responder perguntas críticas sobre a relevância das medidas governamentais. Em alguns casos, autoridades e instituições públicas obstruíram diretamente os jornalistas no exercício de suas atividades e, em outros, acusaram-nos de "reportagens imprecisas e maliciosas".

58
na Classificação Mundial da Liberdade de Imprensa 2021

Posição

0

58 em 2020

Pontuação global

-0.17

28.51 em 2020

  • 0
    Jornalistas assassinados em 2021
  • 0
    Jornalistas cidadãos assassinados em 2021
  • 0
    Colaboradores assassinados em 2021
Ver o Barômetro