Albânia

Albânia

A lei antidifamação paira como uma ameaça

Em 2020, o governo tentou intensificar a pressão sobre os meios de comunicação mais uma vez ameaçando aprovar uma nova lei antidifamação, apesar das recomendações da Comissão de Veneza e das críticas de organizações de liberdade de imprensa. Bloqueada em 2020 pelo veto do presidente, a lei poderia aumentar a censura em um país onde o governo já restringe o acesso dos jornalistas às informações oficiais e usa a alocação de licenças para controlar o panorama da mídia de radiodifusão. O comportamento do governo em relação aos meios de comunicação encorajou empresários e funcionários próximos a ele a processar jornalistas. Discursos depreciativos transformaram repórteres em potenciais alvos de agressão: ataques físicos são frequentes e não são sancionados pelas autoridades. No início da crise do novo coronavírus, o primeiro-ministro Edi Rama exortou os cidadãos a "se protegerem da mídia" e se recusou a ajudar quando a pandemia exacerbou os problemas financeiros dos meios de comunicação, a ponto de os jornais pararem de produzir edições impressas por cerca de seis semanas. Tanto o pluralismo da mídia de radiodifusão quanto a receita de publicidade diminuíram quando alguns programas foram suspensos, depois que o governo proibiu a presença de mais de duas pessoas num estúdio ao mesmo tempo. As tentativas de criminalizar o jornalismo ressurgiram na medida em que repórteres passaram a ser presos e brutalizados pela polícia durante manifestações. No verão de 2020, dois canais de televisão críticos ao governo e à prefeitura de Tirana, Ora News TV e Channel One, foram citados por uma decisão do Tribunal Especial de Recursos por "corrupção" e "crime organizado". Acompanhados por forças policiais, oficiais do Ministério do Interior assumiram o controle das televisões em agosto, alegando que seu proprietário era suspeito de tráfico de drogas. Apesar dessa ameaça à independência editorial, os meios de comunicação criaram uma plataforma para a autorregulação ética, a primeira desse tipo na Albânia.

83
na Classificação Mundial da Liberdade de Imprensa 2021

Posição

+1

84 em 2020

Pontuação global

+0.34

30.25 em 2020

  • 0
    Jornalistas assassinados em 2021
  • 0
    Jornalistas cidadãos assassinados em 2021
  • 0
    Colaboradores assassinados em 2021
Ver o Barômetro