Noticias

24 Julio 2013 - Actualizado el 16 Octubre 2016

“Os abusos policiais contra jornalistas durante a visita papal devem ser sancionados”


Repórteres sem Fronteiras solicita ao governador do Estado do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, e ao prefeito da cidade, Eduardo Paes, que mobilizem todos os meios de investigação ao seu alcance para esclarecer os mais recentes abusos policiais cometidos contra jornalistas, a 22 de julho de 2013. Os incidentes sucederam no decorrer de protestos contra os gastos públicos com a visita do Papa Francisco.

A agressão mais grave diz respeito ao fotógrafo japonês da Agência France Presse, Yasuyoshi Chiba, ferido com gravidade no rosto pelos golpes de cassetete de um policial militar. A organização condena igualmente a detenção durante duas horas, no bairro do Catete, de Felipe Peçanha e Felipe Assis, dois jornalistas alternativos do movimento Mídia Ninja. Por fim, também Marcelo Carnaval, fotógrafo do diário nacional O Globo, foi atingido na cabeça por uma pedrada.

“A ‘Primavera brasileira’ do passado mês de junho já havia revelado a espantosa brutalidade de determinadas forças da ordem, especialmente em São Paulo e no Rio de Janeiro. Mais de dois terços das agressões cometidas contra jornalistas que registrámos durante esse período foram responsabilidade de policiais militares. Essa situação exige uma investigação e sanções, mas também uma reforma integral de instituições fora de controle e incapazes de distinguir entre manutenção da ordem pública e repressão”, declarou Repórteres sem Fronteiras.

Fotos: AFP